TRABALHO DOCENTE NO CONTEXTO DE REESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO EM FACE DAS MUDANÇAS OCORRIDAS NAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS

Amanda Moreira da Silva

RESUMO: Este estudo tem como objetivo fazer um debate teórico a respeito da precarização do trabalho docente, com o intuito de compreender como se esse processo tem afetado os professores e professoras da Rede Estadual do Rio de Janeiro ao longo dos últimos anos, possuindo como pano de fundo um mundo do trabalho que passa por profundas transformações e políticas educacionais que vem no sentido de inserir, no meio educacional, as novas formas de exploração do trabalho. Será feito um breve levantamento bibliográfico de autores que vem discutindo a temática da “proletarização docente” nos últimos anos com a iluminação de conceitos clássicos da teoria marxista, a fim de classificar quem são estes trabalhadores do ensino que se enquadram num processo de alienação e perda de controle sobre o próprio
trabalho, num contexto de perda de autonomia pedagógica, retirada de direitos, burocratização das tarefas no cotidiano escolar como parte de um contexto que alimenta a sociedade capitalista.
Palavras-chave: Proletarização do professor, trabalho docente, políticas educacionais.

Disponível em http://www.editorarealize.com.br/revistas/ceduce/trabalhos/TRABALHO_EV047_MD1_SA9_ID812_24042015173702.pdf