EDUCAÇÃO INTEGRAL EM TEMPO INTEGRAL: A MATERIALIDADE DO PROGRAMA ESCOLAS DO AMANHÃ

Camila Kipper Putzke (FE/UFRJ)

O presente trabalho monográfico, com o intuito de tratar a educação integral em tempo integral no âmbito das questões sociais e educacionais brasileiras, a partir de uma aproximação com programas norteadores de educação integral em tempo integral no Brasil, seus aportes normativos, e programas nacionais de referência desta política o Programa Mais Educação e Programa Novo Mais Educação. Buscamos pois, realizar a análise da materialidade do programa Escolas do amanhã, implementada no ano de 2009 na rede municipal do Rio de Janeiro buscando identificar a concepção de educação integral que vem sendo implementada, confrontando com as condições reais para a sua realização e continuidade. A partir da breve análise sobre as políticas de educação integral, podemos concluir que estamos muito aquém de termos uma política de educação integral assentada em uma concepção que seja realmente democrática, que possa cumprir um papel emancipatório,apresenta uma fragilidade, uma falta de políticas que realmente se efetive na prática, que possa oferecer uma escola completa, e não uma escola assistencialista e compensatória.

Palavras-chave: Educação em tempo integral, Escolas do Amanhã.

Download: mono Camila