Ser e não ser: docência precarizada na Educação Básica Federal

Renata L. B. Flores (Professora do CAp/UFRJ)

Resumo: Num período de implementação de medidas regressivas em relação às políticas sociais, com certa concentração nas políticas educacionais, tem-se a intenção de discutir contrastes e incongruências que emergem da docência na Educação Básica Federal. Este percurso tem dois objetivos principais. Um é o de contribuir para a percepção da identidade docente que vem sendo forjada nessa esfera. Para tanto, detém-se na análise dos elementos constitutivos das regulações que tratam da atuação docente em instituições federais. O segundo é o de colaborar para desvelar o processo de precarização do trabalho docente nesse mesmo âmbito.

Palavras-chave: Trabalho Docente. Precarização. Educação Básica Federal. Carreira EBTT

Disponível em http://portal.andes.org.br/imprensa/publicacoes/imp-pub-1772444758.pdf